terça-feira, 15 de outubro de 2019

SÃO CHICO: RESERVA ECOLÓGICA TERRA DO SEMPRE

Pela mesma estrada, atrás do Lago São Bernardo,  ainda na Estrada da Roça Nova, chega-se ao Parque Terra do Sempre ou Cachoeiras no Quintal, depois de rodar 4.5km.
 Fomos recebidos pela Cris. Adorei o pouco que vi!
 Pareceu mais orgânico  e silencioso que outros parques visitados.
 Poderíamos ter visitado, feito o circuito, mas cansada, ficamos de voltar.
 Todas cachoeiras tem águas próprias para banho. É também um banho de mata atlântica!
Um convite à convivência e ao diálogo sobre biodiversidade.

De 15 a 18 de novembro acontece o São Chico Beatles Weekend,
com a chancela do Cavern Club, de Liverpool.
Baita oportunidade para se hospedar nesse coração de mata atlântica!  

 (Foto de Alessander Segala)
(foto de turista)


SÃO CHICO: PARQUE DAS 8 CACHOEIRAS




Atras do Lago São Bernardo, uma placa indica o Parque das 8 Cachoeiras. 

Seguimos por uns 5 minutos  por estrada de chão.
Bem recebidos e orientados, 
pagamos 25 reais cada um e entramos  para visitar.
Curtição para as crianças,
tem piscina.

São oito apartamentos e sete cabanas,
que acomodam 40 pessoas.
Quase todos com vista para o vale de mata atlântica.
E ainda tem área para Camping: 80 barracas.
Pode levar seu cachorro.
Aparelhos de som em volume mínimo.


 Inicio da trilha num dia lindo, frio e céu azulíssimo!

 Uma boa descida pela sombra

até um platô, bem sinalizado 
e com todas as dicas de segurança.
 Escolhemos para visitar as duas cachoeiras mais próximas: 
roteiro 1, nível Fácil.
Bem pertinho, caminhando e ouvindo os rumores da mata, em menos de oito minutos,
em frente à  linda Cachoeira do Remanso, de 75 metros. 

Infelizmente, imprópria para banho, como alerta a placa.



Caminho bem organizado, seguimos.
 Silêncio ruidoso das águas e dos passarinhos.

Talvez, interessante seria a identificação das arvores.
São muitas na beira das trilhas.


 Cedros e corticeiras caídas e cortadas...

Sempre uma boa sinalização.




 Muitas rochas na trilha nível 1...

O que não será o nível 2...
 Bem escondida mesmo.

Quando a gente se decepciona e acha que é a Escondida...



a plaquinha avisa da "escaladas" de rochas...

Pessoal está reformando degraus,
pontezinhas e acessos.

Leve saco pra recolher seu próprio lixo.
A mata limpa, impecável.
Por fim... depois de andar quase 1 km e 770 m,
na mais absoluta paz...


Cachoeira  Escondida, de 30 m e muito bonita, 
num paredão de uns 10 metros de largura.



Gente... vale a visita!


Então? Tem mais 6 cachoeiras para visitar.
Essa é chamada Cachoeira Gêmeas Gigantes.
É a mais distante, leva 5 horas para se chegar lá.
Não só é muito longe,
como precisa de guia.


quarta-feira, 9 de outubro de 2019

SÃO FRANCISCO DE PAULA


Retorno à São Chico, na serra gaúcha,
pouco mais de 100 km de Porto Alegre,
190 km de Lajeado.

A cidade está mais verde. Muito mais verde.


Reconstruindo e reformando a avenida principal,


 com belos monumentos nos canteiros.



 Com prédios preservados
que tanto atraem os turistas.

Em busca de um hotel,
descobrimos o lindo parque da cidade.

Com o Lago São Bernardo aparentemente limpo 
e três vezes o tamanho do lago da minha cidade,
que ainda é poluído e com míseras arvores ao redor.

Não tem como não comparar...
 O hotel é antigo. E com pouco conforto.
Ma a vista ao amanhecer é deslumbrante.

 Descubro que é a cidade mais chuvosa do estado.


Pouco mais de 21.000 habitantes,
poderia morar em São Chico!


Hora de conhecer a Livraria Miragem,
num prédio construído especialmente para desenvolver
a cultura da cidade.
É linda...

Desde o ano de 2000,
reúne livros novos e  usados,
bazar, lancheria ao lado.

Elevador antigo!

Para não fechar as portas,  Luciana Soares precisou
incorporar objetos de decoração nos três andares da livraria.

Claro, 44% dos brasileiros não tem o habito de ler...

E 30% nunca compraram um livro.

(foto Carlos Macedo)

 "Luciana vem de uma família de estancieiros da região. 
Formada em história e aposentada, 
luta para preservação da cultura e dos valores sob os quais foi criada."
“Depois de me aposentar,
 resolvi fazer uma livraria para retribuir um pouco para essa região
 o muito que ela me deu", conta Luciana. 

(foto Carlos Macedo)
No sótão, um espaço dedicado aos autores gaúchos.

"Logo percebi que nossa cultura iria terminar. 
Então fiz um esforço gigantesco para construir esse espaço.”
 Jornal O Pioneiro

Abençoada, Luciana!